BUSCAR
Twitter
Twitter
Instagram
Facebook

Notícias

ESCOLHIDOS DO PROJETO TUTORIA CAE / 2016
20/10/2016

 

Apresentamos abaixo os 10 livros selecionados – cinco de contos e cinco romances – acompanhados de um breve parecer do júri, que participou da primeira edição do Projeto Tutoria do Centro de Apoio ao Escritor, com a escritora Veronica Stigger.

Foram inscritos 345 originais de autores que residem em São Paulo capital, interior e outros estados. Em média, todos mostraram qualidade de escrita, domínio da língua e originalidade, o que tornou ainda mais exigente a avaliação dos jurados.
O CAE agradece a participação e deseja boa sorte a todos os inscritos.

 

ROMANCES

 

“Antes da Insânia” — Priscila Gontijo
Começa de forma peculiar, instiga e provoca o leitor. Um delírio muito bem escrito. Visceral e inteligente. Lembra a poeta Ana Cristina Cesar. Ironia refinada. Texto moderno, ágil, estrutura dinâmica. Excelente.

 

“Cinco para meia noite” — James Siqueira
Conta de modo indireto. Estrutura clássica com bons diálogos e personagens complexas. Sabe contar e surpreender.

 

“Dança sueca” – Vera Helena Saad Rossi
Romance apresenta clareza e fluência, personagens bem situadas na trama, narração consistente, possui forte articulação entre as situações e suas contradições, cativa o leitor.

 

“Na trilha do mago: uivos gelados” – Gustavo Leal
Texto bem escrito. A narrativa cativa o leitor logo ao princípio, convidando-o a seguir pelos caminhos da história. Sem grandes voos com relação à criação de novas linguagens, mas bem conduzido e seguro.

 

“A pele do esquecimento” – Pedro Portela
Narrativa íntima e reflexiva sobre uma experiência amorosa malograda, evitando clichês e o tom confessional com uma dicção ao mesmo tempo crítica e irônica. Imagens poéticas e citações que se encaixam harmoniosamente na trama. Bom ritmo e desfecho teatral interessante.

 

 

CONTOS

 

“A maturidade angustiada” — André Giusti
Contos de costume, imagens originais e sutis, nunca parecem enxertadas. Contos urbanos, bem elaborados.

 

“Cacos” – Ciça Lessa
Pequenas narrativas sobre dramas cotidianos, com uma linguagem ao mesmo tempo poética e simples, muito delicada na abordagem de temas densos, como primeira relação, amores fugazes, perdas etc.

 

“Olhatura: Disciplina de ver” – Amanda Coca
Prosa por vezes telegráfica, mas que apresenta certa densidade. O texto construído pela autora, em muitos momentos, caminha por algo que se assemelha a uma prosa poética, dando um sabor especial ao texto.

 

“O pianista sem mãos (e outros contos)” – Deise Mirian Rossi 
O livro foi elaborado em três partes, cada uma delas trabalhando a ideia de paisagens, que apresentam certa individualidade, mas, ao mesmo tempo, travam um diálogo. Texto agradável de ser lido e com boa construção de linguagem.

 

“Pequenas mortes cotidianas” – Paula Giannini
Narrativas caleidoscópicas, vertiginosas e concisas, explorando os múltiplos dramas cotidianos, numa espécie de fluxo de consciência contínuo, como se o leitor acompanhasse de perto as personagens. O estilo telegráfico e os cortes bruscos dão ao texto um ritmo ágil e cativante.


CASA DAS ROSAS
ESPAÇO HAROLDO DE CAMPOS DE POESIA E LITERATURA
+55 (11) 3285.6986 | 3288.9447 contato@casadasrosas.org.br
Av. Paulista, 37 Bela Vista CEP 01311-902 São Paulo Brasil
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU
Terça-feira a sábado, das 10 às 22h
Domingos e Feriados, das 10 às 18h.
(Passível de alteração, de acordo com a programação).
TRABALHE CONOSCO COMPRAS E CONTRATAÇÕES RELATÓRICO DE ATIVIDADES CONTRATO E GESTÃO OUVIDORIA SECRETARIA DA CULTURA Portal da Transparência Estadual
www.transparencia.sp.gov.br