BUSCAR
Twitter
Twitter
Instagram
Facebook

Notícias

Como foi o Bloomsday no Momento Itália-Brasil
14/08/2015

GIACOMO JOYCE & ULYSSES

Uma celebração “italiana” do Bloomsday em São Paulo

Em 2012, o Bloomsday paulistano – evento que celebra anualmente a obra do célebre escritor irlandês James Joyce – criado em 1988 por Haroldo de Campos e organizado, hoje, por Marcelo Tápia e Ivan de Campos – chegou à sua 25ª edição, com uma programação especial que incluiu dois dias de atividades: um na Casa Guilherme de Almeida e outro no Finnegan´s Pub, onde tem sido realizada, desde a criação do evento, uma comemoração lítero-musical baseada na obra de Joyce.

A edição deste ano focalizou especialmente – em comemoração ao Momento Itália-Brasil – a produção de Joyce durante sua estada nas cidades italianas de Pola, Trieste (ambas pertenciam à Áustria, na época) e Roma, locais em que concebeu e escreveu parte dos contos de Dubliners, do incompleto Stephen Hero (que originaria o Retrato do artista quando jovem) e de sua obra-prima, o romance Ulysses. O evento incluiu, em seu programa, referências a tais obras, assim como à experiência literária por ele realizada durante o período em que viveu em Trieste, Giacomo Joyce, dedicada a uma “tentativa de educação sentimental de uma jovem italiana” (no dizer de Richard Elmann); publicada apenas postumamente, a obra foi uma das referências centrais para o Bloomsday 2012.

   


Sexta-feira, 15 de junho de 2012

Palestra: Italo Svevo e Leopold Bloom: a construção do personagem de Ulysses
Por Maria Teresa Quirino

A estudiosa da obra joyciana Maria Teresa Quirino comentou a concepção do personagem central de Ulysses, Leopold Bloom, a partir do escritor italiano Italo Svevo, aluno e amigo de James Joyce.


Mesa-redonda: Joyce ensaísta, em português
Por Dirce Waltrick do Amarante, Sérgio Medeiros e Caetano Galindo

O livro recém-editado De santos e sábios, coletânea de ensaios de James Joyce apresentados pela primeira vez em língua portuguesa – e que contêm referências à vivência do autor na Itália –, foi tema de um debate com os tradutores Dirce Waltrick (Florianópolis), Sergio Medeiros (Florianópolis) e Caetano Galindo (Curitiba).

 

Novas traduções: uma apresentação de Ulysses e Stephen Hero por seus tradutores
Por Caetano Galindo e José Roberto O’Shea

Caetano Galindo, autor da nova tradução de Ulysses, e José Roberto O’Shea, tradutor de Stephen Hero (ainda não disponível ao público) e Dubliners (cuja segunda edição, que acaba de sair, traz uma “nova tradução” do livro, segundo O’Shea) compuseram esta mesa, que pretendeu apresentar os pontos de vista de cada tradutor e os procedimentos utilizados ao verterem para o português as obras de James Joyce. Na ocasião, houve sessão de autógrafos de Ulysses (Companhia das Letras, 2012), e de Dublinenses (Hedra, 2012), pelos respectivos tradutores.

 

 

Sábado, 16 de junho de 2012 no Finnegan’s Pub
Coordenação: Marcelo Tápia e Ivan de Campos
Colaboração: Maria Teresa Quirino
Público cerca de 150 pessoas

Giacomo Joyce & Ulysses 

Preâmbulo:
Chegada dos atores e participantes do Encontro Peripatético “Ulisses Molly Bloom”, vindos da Casa Guilherme de Almeida.
Degustação de Jameson Irish Whiskey, com explanação do embaixador da marca no Brasil, Bruno Meirelles.

   

Programa:

1. Giacomo Joyce: leitura de trechos do livro por Paulo Gircys.
2. Ulysses (que apresenta escolhas alimentares do personagem Bloom ligadas à cultura italiana).
3. Ulysses, por Lígia Helena e Liz Reis, e Francesca Cricelli.
4. Ulysses, nas línguas italiana e inglesa, por Marcelo Tápia e Silvia Mendonça. Breve comentário sobre as canções, por Maria Teresa Quirino.
5. Stephen Herói, na tradução de José Roberto O’Shea, pelo tradutor.
6. O Ateneu com Retrato do artista quando jovem, de Joyce, por Ivan de Campos.
7. Ulysses e alhures, por Sérgio Medeiros, Dirce Waltrick do Amarante e Caetano Waldrigues Galindo.
8. Finnegans wake, por Eric Drummond de Camargo, Donny Correia e convidados.
9. Ulysses e Finnegans wake, por John Milton. 

   

Durante o evento foi feito o pré-lançamento do livro Stephen Herói, na tradução de José Roberto O’Shea, publicado pela Editora Hedra, que sorteou dez exemplares da obra entre os presentes.


CASA DAS ROSAS
ESPAÇO HAROLDO DE CAMPOS DE POESIA E LITERATURA
+55 (11) 3285.6986 | 3288.9447 contato@casadasrosas.org.br
Av. Paulista, 37 Bela Vista CEP 01311-902 São Paulo Brasil
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU
Terça-feira a sábado, das 10 às 22h
Domingos e Feriados, das 10 às 18h.
(Passível de alteração, de acordo com a programação).
TRABALHE CONOSCO COMPRAS E CONTRATAÇÕES RELATÓRICO DE ATIVIDADES CONTRATO E GESTÃO OUVIDORIA SECRETARIA DA CULTURA Portal da Transparência Estadual
www.transparencia.sp.gov.br