BUSCAR
Twitter
Twitter
Instagram
Facebook

Notícias

Casa das Rosas realiza mais uma edição do Hora H
11/08/2015

Durante evento que celebra o nascimento e a morte do poeta, a vasta programação cultural inclui exposição, videoinstalação, shows e palestras

 

Casa das Rosas organiza, desde 2003, um evento em homenagem ao poeta Haroldo de Campos: o Hora H. Nos dias 14, 15, 19 e 20 de agosto o museu  promove diversas atividades gratuitas e livres como bate-papos, recital, projeções e shows. 
 
Neste ano, o evento conta com a participação especial do artista plástico Antonio Dias, que falará do seu livro-obra Galáxias, exposto no museu até outubro, e uma videoinstalação na estufa do jardim de uma gravação feita por Hélio Oiticica de uma conversa com Haroldo de Campos. Inclui também as participações de Nelson Ascher, André Vallias, João Bandeira, Cid Campos e Diana Junkes.
 
Confira a programação completa:
 
SEXTA-FEIRA - 14 DE AGOSTO
19h: De “Tudo riocorrente” à “Encantação pelo Rio”
 
O poeta e designer gráfico André Vallias discorre sobre sua relação com Haroldo de Campos, mostrando trabalhos verbivocovisuais que transcriam obras do poeta, e apresenta seu novo livro “ORATORIO – Encantação pelo Rio”, versão impressa do poema interativo de 2004, que sai agora, numa co-edição Azougue Editorial/Cultura e Barbárie.
 
21h: Cid Campos Acústico
 
Neste show, o músico e compositor Cid Campos apresenta suas composições feitas para poemas e traduções de Haroldo e Augusto de Campos, como Fecho EncerroCançãonoturnadabaleia e Sem Saída, com arranjos para instrumentação acústica. Contando com a versatilidade do trio jazzístico formado por Felipe Ávila (guitarra), Peter Nitsch (baixo) e Alê Damasceno (bateria), Cid toca também algumas músicas do seu novo CD NEM, em um show repleto de improvisos e especialmente elaborado para a ocasião do Hora H.
 
SÁBADO - 15 DE AGOSTO
15h30: Lançamento de número especial da Revista Cisma
 
Cisma, revista de crítica literária e tradução feita pelos alunos da graduação em Letras da USP, lança a Edição Especial Haroldo de Campos. Produzida originalmente pela EDUC – Editora da PUC-SP, em 1996, a publicação conta com textos escritos para esta ocasião pelos autores Jacques Derrida, Octavio Paz, João Cabral de Melo Neto, Guillermo Cabrera Infante, Diana Junkes Bueno Martha e Renan Nuernberger. No dia, Junkes e o poeta Gabriel Kerhart participam de um bate-papo sobre Haroldo de Campos, mediada por Renan Nuernberger.
 
17h: Antonio Dias e As Galáxias de Haroldo de Campos
 
No começo da década de 1970, Antonio Dias desenvolveu junto com Haroldo de Campos (1929-2003) o projeto Galáxias, a partir do famoso livro experimental do poeta. Mais de quarenta anos depois, o projeto ganhou, na sua realização recente, a participação da designer Lucia Bertazzo, em uma edição de 93 exemplares do livro-obra. O trabalho de Dias é constituído por um estojo de fibra de vidro em grande formato, revestido em tecido, contendo cerca de três dezenas de objetos, agrupados em caixas de madeira impressas com imagens de peles.
 
Nesse encontro, Dias vai falar sobre os detalhes da idealização e da confecção de seu Galáxias, com a participação de João Bandeira, para discutir com o artista as relações materiais e conceituais desse trabalho com o texto labiríntico e multifacetado das Galáxias de Haroldo de Campos, que dedicou também um de seus poemas sobre artistas visuais à obra de Antonio Dias. Na ocasião, o público poderá ver o livro-obra que ficará exposto na Casa das Rosas até 11 de outubro. 
 
 
19h: Recital Hora H
Com Nelson Ascher, Frederico Barbosa, João Bandeira, Ivan de Campos, Claudio Daniel, Yun Jung-Im, Michel Sleiman, Diana Junkes e Julio Mendonça.
Uma jornada transtemporal breve, mas representativa, através poesia de Haroldo de Campos.
 
QUARTA-FEIRA E QUINTA-FEIRA, 19 E 20 DE AGOSTO, ÀS 20H
H.O.N.Y.: Heliotapes
videoinstalação
 
Em maio de 1971, Hélio Oiticica gravou a conversa que teve com Haroldo de Campos no saguão do Hotel Chelsea em Nova York. Desse arquivo sonoro surgiu H.O.N.Y.: HELIOTAPES, texto preparado por K. David Jackson. "É parte do pensamento de Haroldo de Campos sobre a presença da arte brasileira nos EUA. A gravação original, que já havia sido transcrita aos cuidados de Oiticica, permite reintroduzir o debate em seu 'habitat natural'. A instalação na estufa da Casa das Rosas surgiu como uma maneira de experimentar com as ideias de play-invenção e não-narração que estão presentes em muitos dos trabalhos que Oiticica fez em Nova York, tais como os próprios Heliotapes", comenta Rafael Vogt Maia Rosa, diretor da videoinstalação.
 
Ficha Técnica:
texto preparado por K. David Jackson
concepção e direção de Rafael Vogt Maia Rosa
participação de Gustavo Machado e Hidrofonia - criação sonora
Produção: Trópica - arte e cultura contemporânea
tradução para o inglês de K.D e Elizabeth Jackson 

CASA DAS ROSAS
ESPAÇO HAROLDO DE CAMPOS DE POESIA E LITERATURA
+55 (11) 3285.6986 | 3288.9447 contato@casadasrosas.org.br
Av. Paulista, 37 Bela Vista CEP 01311-902 São Paulo Brasil
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU
Terça-feira a sábado, das 10 às 22h
Domingos e Feriados, das 10 às 18h.
(Passível de alteração, de acordo com a programação).
TRABALHE CONOSCO COMPRAS E CONTRATAÇÕES RELATÓRICO DE ATIVIDADES CONTRATO E GESTÃO OUVIDORIA SECRETARIA DA CULTURA Portal da Transparência Estadual
www.transparencia.sp.gov.br