BUSCAR
Twitter
Twitter
Instagram
Facebook
 
HAROLDO DE CAMPOS C. R. HAROLDO DE CAMPOS ACERVO HAROLDO DE CAMPOS CATÁLOGO DO ACERVO BIBLIOGRÁFICO REVISTA CIRCULADÔ REVISTA CTRL+ VERSO COOPERATIVA DA INVENÇÃO POESIA EXPANDIDA
BUSCAR
Twitter
Facebook

André Dick (Org.). SIGNÂNCIAS: REFLEXÕES SOBRE HAROLDO DE CAMPOS. São Paulo: Risco Editorial, 2010.

Série Noigandres 


Signâncias: reflexões sobre Haroldo de Campos é o primeiro livro da Série Noigandres. “Noigandres” foi a palavra que intitulou a revista-livro que Décio Pignatari, Haroldo e Augusto de Campos editaram em 1952. A publicação teve cinco números, incorporando Ronaldo Azeredo a partir do terceiro, subtitulado “poesia concreta” (1956), e José Lino Grünewald a partir do quinto e último número (1962). Como explica Augusto de Campos, o vocábulo, de significado enigmático, foi adotado como lema da poesia de invenção ou experimental. A palavra aparece numa canção do trovador provençal Arnaut Daniel (século XII), protótipo do poeta-inventor, segundo Ezra Pound, que a refere no seu Canto XX, sublinhando as dúvidas interpretativas do provençalista Emil Levy (“Now what the DEFFIL can that mean?”). Conforme veio este a concluir, a expressão “olors de noigandres [ou d’enoi gandres]” qualificaria uma flor cujo perfume liberta do tédio [olors (perfume), enoi (tédio), gandres (do verbo gandir, libertar)]. O grupo Noigandres primou pelo risco não só de fazer poesia, mas de criar e recriar, permanentemente, literatura.


A Risco Editorial, em todas as suas publicações, envolvam ou não diretamente a poesia, sempre olhará seus temas de maneira poética. Como fez Haroldo de Campos (1929-2003), o poeta, crítico literário, tradutor e professor que soube incorporar a ideia de risco em cada projeto seu e é, aqui, visto e revisto por Aurora Fornoni Bernardini, Carlos Ávila, Cristina Monteiro de Castro Pereira, Enrique Mandelbaum, Gênese Andrade, Jacó Guinsburg, Kenneth David Jackson, Leyla Perrone-Moisés, Luiz Costa Lima, Marcelo Tápia, Susana Kampff Lages e Yun Jung Im. Há ainda, para o leitor, diversas fotografias do poeta, em registros de Augusto de Campos, Carlos Bracher, Carmen de Arruda Campos, German Lorca, Ivan Cardoso, Ivan de Campos, Jorge Schwartz, Juan Esteves e Madalena Schwartz.


CASA DAS ROSAS
ESPAÇO HAROLDO DE CAMPOS DE POESIA E LITERATURA
+55 (11) 3285.6986 | 3288.9447 contato@casadasrosas.org.br
Av. Paulista, 37 Bela Vista CEP 01311-902 São Paulo Brasil
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU
Terça-feira a sábado, das 10 às 22h
Domingos e Feriados, das 10 às 18h.
(Passível de alteração, de acordo com a programação).
Governo do Estado de São Paulo
TRABALHE CONOSCO COMPRAS E CONTRATAÇÕES RELATÓRICO DE ATIVIDADES CONTRATO E GESTÃO SECRETARIA DA CULTURA OUVIDORIA