BUSCAR
Twitter
Twitter
Instagram
Facebook

Agenda

Sarau

CIRANDA: JOGO DE PALAVRA FALADA

Por Anna Zêpa e Maria Giulia Pinheiro

27/02 das 19h às 21h

Apresentação: Anna Zêpa e Maria Giulia Pinheiro

Quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019, das 19h às 21h

 

Neste poetry slam, cada artista convidado escolhe um escritor ou uma escritora já falecida para representar. São três rodadas com apresentações de até três minutos cada e este jogo propõe a aproximação e fricção entre a tradição e a contemporaneidade. Surgiu do desejo de arejar a memória dos textos de grandes escritores, trazendo a força de artistas contemporâneos para presentificá-los.

 

Anna Zêpa é atriz e escritora, natural de Natal-RN, mora em São Paulo há 9 anos. É integrante da cia as de fora e do Coletivo Estopô Balaio. Como atriz, participou dos espetáculos: Ninguém no Plural (as de fora), a partir da obra do escritor moçambicano Mia Couto, com direção de Rita Grillo, Nos Trilhos Abertos de um Leste Migrante(Coletivo Estopô Balaio), texto e direção de João.Júnior, entre outros. É Assistente de Direção de Nelson Baskerville na peça A VIDA, onde também colaborou com a dramaturgia. Publicou três livros, sendo dois de poesia: Primeiro Corte (2013) aconvivênciadosnossosrastros (2015) pelo selo doBurro; e um de contos curtos: Da perda à pedra a queda é livre (2016) pelo selo Demônio Negro. 

 

Maria Giulia Pinheiro é autora de Da Poeta ao Inevitável, pela Editora Patuá (2013), Alteridade, pelo Selo do Burro (2016) e Avessamento, pela Editora Urutau (2017), além de dramaturga dos espetáculos Mais um Hamlet, Alteridade e Bruta Flor do Querer, em que também assina a direção. É fundadora do grupo teatral Companhia e Fúria, em que atua, dirige e escreve. Criadora e organizadora do ZONA Lê Mulheres, um sarau em que todas e todos podem ler, desde que textos escritos por mulheres. Pesquisa a tradição de mulheres na arte, a importância de um Imaginário feminista, além de estruturas de comunidades livres desde 2012, quando lançou o manifesto Por um Imaginário. Foi analista de Pesquisa do documento Precisamos falar com os homens? Uma jornada pela Igualdade de Gênero, realizada pela ONU Mulheres e o portal Papo de Homem, com viabilização do Grupo Boticário. Formou-se jornalista pela Fundação Cásper Líbero e atriz pelo Teatro Escola Célia Helena, especializou-se em Roteiro para TV na Academia Internacional de Cinema e é pós-graduada no curso Arte na Educação: teoria e prática, da ECA/USP.

 

Foto: Micaela Wernicke

CASA DAS ROSAS
ESPAÇO HAROLDO DE CAMPOS DE POESIA E LITERATURA
+55 (11) 3285.6986 | 3288.9447 contato@casadasrosas.org.br
Av. Paulista, 37 Bela Vista CEP 01311-902 São Paulo Brasil
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DO MUSEU
Terça-feira a sábado, das 10 às 22h
Domingos e Feriados, das 10 às 18h.
(Passível de alteração, de acordo com a programação).
Governo do Estado de São Paulo